domingo, 5 de abril de 2015

Março 2015 - Mês dedicado à valorização do Ensino e Formação Profissional


No post "Ensino Profissional – a próxima fase" apresentámos os três vetores estratégicos sobre os quais, na nossa opinião, deve assentar a evolução da oferta de Ensino Profissional em Portugal:

1º vetor estratégico - Sistema de Identificação de Necessidades de Qualificação e de Indicação de Áreas Prioritárias para a rede de Educação e Formação.

2º vetor estratégico - Implementação de Sistemas de Garantia da Qualidade alinhados com o Quadro Europeu de Referência para a Garantia da Qualidade (EQAVET – European Quality Assurance for Vocational Education and Training).

3º vetor estratégico - Articulação dos vários serviços de psicologia e orientação profissional, garantido encaminhamentos exclusivamente com base no perfil, interesse e expectativa dos alunos.

No mês de março concluímos o primeiro destes três vetores estratégicos: a criação do Sistema de Antecipação de Necessidades de Qualificações (SANQ), uma plataforma que coloca Portugal na linha dos países dianteiros, no seio da Europa, em matéria de antecipação de necessidades futuras de qualificação. Queremos que este sistema seja um sistema dinâmico e no qual se avalie permanentemente a pertinência da informação que alimenta as suas entradas (melhorando-a e/ou reforçando-a) bem como as suas saídas, e o seu modo de apresentação, de modo a constituir-se cada vez mais como um verdadeiro sistema de apoio à tomada de decisão dos vários atores do Sistema Nacional de Qualificações. O SANQ foi lançado no âmbito da apresentação do Portal das Qualificações, um portal fundamental que poderá acompanhar os jovens e os adultos no seu trajeto de qualificação, seja na procura da adequação da oferta aos interesses e perspetivas de vida de cada jovem/adulto, bem como às necessidades de competências (atuais e futuras) do tecido empresarial.

Estamos atualmente a apostar de forma intensa na construção do 2º vetor estratégico: criação de um sistema de garantia da qualidade para o ensino e formação profissionais, em linha com as diretrizes europeias nesta matéria. Mas, para além destes três vectores é fundamental desenvolver muitas outras atividades com o objetivo de promover, reforçar, valorizar e dinamizar o Ensino e a Formação Profissional (EFP) em Portugal. Deste modo, o mês de março foi, por excelência, dedicado, pela Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional (ANQEP), à promoção do EFP.


Dia do Ensino Profissional - Cerca de 3000 estudantes do Ensino Profissional em festa no Jamor.

Com o objetivo de procurar o reforço da procura informada e esclarecida, o mês ficou marcado pelo arranque de mais uma edição do Roadshow do Ensino e Formação Profissional, uma iniciativa que, pelo segundo ano consecutivo, leva à população em geral e aos jovens que se encontram a terminar o 9.º ano de escolaridade uma visão muito concreta dos saberes, competências e conhecimentos que podem ser adquiridos com a frequência de um curso de dupla certificação de nível secundário.

Sob o lema "Projeta o teu futuro", esta iniciativa vai abranger 16 distritos de Portugal Continental, ou seja, em todos os distritos à exceção de Lisboa e Porto (locais em que o roadshow será integrado nos eventos Futurália e na Qualifica, respetivamente). Em cada uma das paragens deste roadshow será desenvolvida uma mostra de ensino profissionalizante, integrando um stand âncora da responsabilidade da ANQEP, um espaço de parcerias que incluirá ainda a Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE), o Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), o Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), a Associação Nacional de Escolas Profissionais (ANESPO), a Associação Portuguesa de Escolas Profissionais Agrícolas (APEPA), câmaras municipais, Centros para a Qualificação e o Ensino Profissional e outros parceiros que, localmente, se revelem essenciais para a concretização/divulgação das opções de qualificação criadas em cada território. Em cada espaço destinado à mostra de ensino profissionalizante estão ainda previstas demonstrações ao vivo de projetos realizados no âmbito dos cursos profissionalizantes por alunos/formandos desses mesmos cursos, atividades de animação itinerante e outras de cariz mais performativo, tais como dança, teatro, música, entre outras. 
Nos dias que antecederão as mostras, em cada distrito, efetuar-se-á ainda uma divulgação das atividades previstas, com recurso à figura do e-TEQ (a mascote do ensino profissional) que utilizará uma abordagem direta, animada e inspirada no tema da "Magia do Ensino Profissional".

Locais e datas do Roadshow do Ensino e Formação Profissional:

  • Lisboa (Futurália, FIL, Parque das Nações) - de 11 a 14 de março;
  • Évora (Arena d’Évora) nos dias 18 e 19 de março;
  • Porto (Qualifica, Exponor, Matosinhos) de 9 a 12 de abril;
  • Castelo Branco (Escola Secundária Nuno Álvares) nos dias 9 e 10 de abril;
  • Viana do Castelo (Centro Cultural de Viana do Castelo) nos dias 16 e 17 de abril;
  • Braga (Agrupamento de Escolas André Soares) nos dias 21 e 22 de abril;
  • Portalegre (Escola Secundária de S. Lourenço) nos dias 22 e 23 de abril;
  • Aveiro (data e local a disponibilizar brevemente);
  • Setúbal (Auditório José Afonso) nos dias 29 e 30 de abril;
  • Vila Real (Pavilhão do Nervir) nos dias 4 e 5 de maio;
  • Bragança (Jardim Dr. António José de Almeida) nos dias 7 e 8 de maio;
  • Santarém (Casa do Campino) nos dias 7 e 8 de maio;
  • Leiria (Estádio Municipal de Leiria) nos dias 12 e 13 de maio;
  • Viseu (Pavilhão Multiusos) nos dias 13 e 14 de maio;
  • Guarda (Pavilhão do Nerga) nos dias 13 e 14 de maio;
  • Faro (Jardim da Alameda João de Deus) nos dias 20 e 21 de maio;
  • Coimbra (Pavilhão de Portugal) nos dias 20 e 21 de maio;
  • Beja (Escola Secundária Diogo de Gouveia) nos dias 26 e 27 de maio.

A vertente da promoção ficou ainda patente na criação de uma efeméride – o Dia do Ensino Profissional – agendado para o dia 20 de março (ver vídeo), o Dia Internacional da Felicidade. Dirigido a todos os que se encontram a frequentar um curso profissionalizante (independentemente da modalidade), este dia permitiu veicular a noção de que o ensino profissionalizante não é uma segunda escolha, constituindo a realidade de quase 50% do nosso ensino secundário e correspondendo a opções que são feitas conscientemente e que correspondem ao desejo dos nossos jovens, com vantagens notórias para o desenvolvimento social e profissional do País. As atividades do dia (que se alastraram por muitos estabelecimentos de ensino) permitiram demonstrar, de modo inequívoco, os valores que atribuímos a este ensino, aliando-o à noção de bem-estar e felicidade coletivas.




Convidamos a assistir a um dos muitos videos que revelam as atividades que por muitos estabelecimentos de ensino se realizaram com o objetivo de assinalar esta efeméride: video do "Dia do Ensino Profissional" na escola Oficina.

Por fim, a vertente do reforço da qualidade ficou patente neste calendário com a apresentação pública de uma proposta de referencial de competências para o professor/formador do ensino profissional, considerando as especificidades de um ensino que comporta em si vertentes socioculturais, científicas e técnicas.

Apesar do mês de março ter chegado ao fim vamos dar continuidade a todas estas vertentes estando para breve a apresentação do Guia de Apoio à Implementação de Sistemas de Garantia da Qualidade em linha com o EQAVET.

Sem comentários:

Enviar um comentário